Vem aí SEU MU- Museu do Invisível

A ideia de criar um museu invisível surgiu a partir da reflexão sobre os centros culturais e museus pouco conhecidos, e o desejo de repensar/refletir sobre os espaços da cidade.
Na próxima sexta-feira, 24/11, vai acontecer a primeira ação do SEU MU, um espaço museal ao ar livre e construído por e para todos. A inauguração do Museu Invisível acontecerá na praça XV e contará com a participação do público para proposição, elaboração e seleção dos trabalhos artísticos e objetos expostos.
Pensamos que será um dia de proposições de olhares sobre a praça XV, fazendo-a um museu invisível para tornar visíveis suas árvores, estátuas, acontecimentos, detalhes ou o que mais os visitantes deste museu (os transeuntes e outros convidados nossos) desejarem.
Venha colaborar com um projeto que busca múltiplos olhares e novas narrativas!
24/11
14h
Praça XV
Até lá!
Anúncios

Ida ao Museu de Imagens do Inconsciente

Em 27/10 visitamos o Museu de Imagens do Inconsciente e tivemos várias surpresas boas! A visita não teria sido a mesma se a equipe do Educativo do Museu não tivesse aparecido e nos levado nos gigantescos acervos e mostrado cada detalhe do espaço!

As complexidades dos trabalhos expostos, as dinâmicas espaciais para abrigar um acervo tão grande e as questões do território foram fios condutores do encontro e das discussões sobre ele. Além disso nos fez refletir sobre os espaços museais pouco conhecidos/explorados, o que enriqueceu muito o nosso projeto dos postais- já que a proposta foi se desenvolvendo ao longo do curso.

Embebidos dessa experiência pensamos em criar um museu diferente. Que contasse com a colaboração e interação do público do início ao fim: desde o texto curatorial até a escolha das obras. A proposição é olhar de novo o que já foi visto, mas agora com outros olhos,  que contam outras narrativa. Tentando ver o que foi deixado de lado, invisibilizado, e trazê-lo à superfície, ressignificando-o.

 

E para deixar a todos com água na boca, aqui vai um dos textos que estarão no verso dos postais, convidando para a inauguração do museu:

 

Você não está precisando de óculos!

O quê queremos ver?
O entorno é incrível! O museu é o mundo.
A necessidade da contemplação na vida corrida, como um momento de respiro, fomenta a importância do ócio.
Ver é criar! Quando eu percebo que vejo, presto atenção na criação.
Dite o ritmo dessa música.
“Toda unanimidade é burra!”
Aguardem!